“Não se governam, nem se deixam governar”: perenidade da expressão da relação dos Portugueses com os seus líderes (auto e hetero-imagem, no período medieval e na atualidade)

DSpace/Manakin Repository

español português english

“Não se governam, nem se deixam governar”: perenidade da expressão da relação dos Portugueses com os seus líderes (auto e hetero-imagem, no período medieval e na atualidade)

Show full item record

Title: “Não se governam, nem se deixam governar”: perenidade da expressão da relação dos Portugueses com os seus líderes (auto e hetero-imagem, no período medieval e na atualidade)
Author: Dias, Isabel de Barros
Abstract: Este artículo estudia el "cliché" según el cual los portugueses "no pueden gobernarse a sí mismos y se niegan a ser gobernados", a través de la aparición de la frase en blogs y prensa “online”, así como algunos antecedentes medievales de esta idea. Se identifican diversas interpretaciones derivadas de la polisemia de la noción y se analiza su durabilidad (especialmente en tiempos de crisis). Se enfatiza aún más que es posible encontrar imágenes automáticas y hetero-imágenes de los portugueses desde tiempos muy tempranos.This article studies the “cliché” according to which the Portuguese “are unable to govern themselves and refuse to be governed”, via the appearance of the phrase in blogs and online press, as well as some medieval antecedents of this idea. Various interpretations arising from the polysemy of the notion are identified, and its durability is analysed (especially in times of crisis). It is further emphasized that it is possible to find auto and hetero-images of the Portuguese since very early times.Artigo que estuda o “cliché” que considera que os portugueses “não se governam, nem se deixam governar”, tendo em conta a fortuna desta frase em blogues e na imprensa online, bem como alguns antecedentes medievais desta ideia. São identificadas várias interpretações decorrentes da polissemia da noção, e a sua perenidade é analisada (especialmente em momentos de crise). É ainda sublinhado o facto de ser possível encontrar auto e hetero-imagens dos Portugueses desde tempos bastante remotos.
URI: http://hdl.handle.net/10662/10539
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View
1888-4067_9_383.pdf 273.2Kb PDF View  Thumbnail

The following license files are associated with this item:

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Help

Redes sociales