Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10662/11512
Title: Como evitar naufragar no tempo? – O naufrágio na "Clepsydra" de Camilo Pessanha
Other Titles: How to avoid a shipwreck in time? – Shipwrecks in Camilo Pessanha's "Clepsydra"
Authors: Clariano, Tiago Filipe
Universidade de Lisboa. Portugal
Keywords: Pessanha, Camilo (1867-1926)
Crítica literaria
Naufragio
Decadencia
Literary criticism
Shipwreck
Decadence
Crítica literária
Naufrágio
Decadência
Issue Date: 2019
Publisher: Universidad de Extremadura
Abstract: “Clepsydra” de Camilo Pessanha es un libro que, tal como lo entendemos hoy, no cumple con las intenciones originales de su autor. Se puede acceder a estas intenciones a través de pistas dejadas no sólo a sus primeros editores, sino también en la correspondencia del poeta. Este ensayo sitúa “Clepsydra” como el prototipo de una narrativa detectada en el reconocimiento de un patrón en esta poesía que parece configurar la trama de un naufragio. Este ensayo analiza los poemas 'Soneto de Gelo', el díptico 'Venus', 'Canção da Partida', 'O meu coração desce', 'Desce emfim sobre o meu coração' y 'Violoncelo' para dar fe de esta intuición de una trama.
Camilo Pessanha’s “Clepsydra” is a book that, in the way that we receive it nowadays, doesn’t fulfill its author’s original intentions. These intentions can be accessed through clues left no only to its first editors, as well as in the poet’s correspondence. This essay locates in “Clepsydra” the prototype of a narrative detected in the recognition of a pattern in this poetry that seems to configure the plot of a shipwreck. This essay analyses the poems ‘Soneto de Gelo’, the diptych ‘Venus’, ‘Canção da Partida’, ‘O meu coração desce’, ‘Desce emfim sobre o meu coração’ and ‘Violoncelo’ in a way to attest this intuition for a plot.
A “Clepsydra” de Camilo Pessanha chega aos nossos dias num formato que não respeita as intenções originais do seu autor. Pode aceder-se a estas intenções por via de pistas deixadas não só aos seus primeiros editores, como também na sua correspondência. O presente ensaio localiza na “Clepsydra” o protótipo de uma narrativa que foi detectado no enredo de um naufrágio. Este ensaio analisa os poemas “Soneto de Gelo”, o díptico “Vénus”, “Canção da Partida”, “O meu coração desce”, “Desce emfim sobre o meu coração” e “Violoncelo” de modo a atestar esta intuição por um enredo.
URI: http://hdl.handle.net/10662/11512
ISSN: 1888-4067
Appears in Collections:Limite Vol. 13.1 (2019)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1888-4067_13_1_83.pdf423,55 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons