Estudo da vinculação e da empatia em adolescentes institucionalizados com acompanhamento psicológico no piac (plano integrado de apoio à comunidade). Autoeficácia de diretores escolares: alguns aspectos que interferem em suas crenças

DSpace/Manakin Repository

español português english

Estudo da vinculação e da empatia em adolescentes institucionalizados com acompanhamento psicológico no piac (plano integrado de apoio à comunidade). Autoeficácia de diretores escolares: alguns aspectos que interferem em suas crenças

Show full item record

Title: Estudo da vinculação e da empatia em adolescentes institucionalizados com acompanhamento psicológico no piac (plano integrado de apoio à comunidade). Autoeficácia de diretores escolares: alguns aspectos que interferem em suas crenças
Author: Guerreiro-Casanova, Daniela Couto; Azzi, Roberta Gurgel; Russo, Miguel Henrique
Abstract: Este estudio analiza los testimonios de dos directores de escuela acerca de sus percepciones respecto de los motivos que pueden haber potenciado las oscilaciones en sus creencias de autoeficacia para ejercer un liderazgo que promueva el espíritu escolar entre los alumnos y motive a los profesores. El estudio se llevó a cabo a través de dos fases distintas, utilizando como instrumento el Questionario Principal y preguntas específicas sobre las barreras y facilidades que podrían haber causado las fluctuaciones en las percepciones de la autoeficacia. Se ha verificado que la falta de cumplimiento, la inseguridad, los pobres resultados de los exámenes externos y el contexto político son vistos como aspectos de contexto que actúan como barreras para la creencia de autoeficacia. A pesar de ello, el deseo de lograr mejores resultados, el apoyo del personal y perfeccionamiento de los docentes fueron identificados como aspectos que parecen actuar como facilitadores. Los resultados se analizaron con el fin de lograr la integración entre la construcción de la autoeficacia de los directores de las escuelas, las condiciones sociales en las que las escuelas están integrados y las políticas educativas vigentes en la actualidad en las escuelas públicas en el estado de São Paulo, Brasil. Estos sugieren que las políticas educativas que impregnan el trabajo de la escuela es más importante que las condiciones sociales de las que se extraen los estudiantes para promover las principales creencias de efectividad escolar.This study refers to the analysis of the testimony of two school principals about their perceptions concerning the matters that may have potentiated oscillations in their self-efficacy beliefs to exercise leadership to promote school spirit among students and motivate teachers. The study was performed through two distinct phases, using as instruments the Principal Questionnaire and specific questions about the barriers and facilities that could have caused fluctuations in perceptions of self-efficacy. It was verified that the absence of compliance, insecurity, poor external examination results and the political context are seen as aspects of contexts that stand as barriers to self-efficacy belief. Notwithstanding, the desire to achieve better results, the support of the staff and faculty enhancement were identified as aspects that seem to act as facilitators. The results were discussed in order to seek integration between building self-efficacy of school principals, the social conditions in which schools are embedded and educational policies currently in place in public schools in the state of São Paulo, Brazil. These suggest that educational policies that permeate the schoolwork are more important than the social conditions from which students are drawn to promote the school principals belief efficacy.Este estudo refere-se à análise da fala de duas diretoras de escola sobre suas percepções relativas aos aspectos que podem ter potencializado oscilações em suas crenças de autoeficácia para exercer a liderança e promover a valorização da escola entre os alunos e motivar os docentes. Foi realizada por meio de duas fases distintas, utilizando-se como instrumentos o Questionário do Gestor Escolar e perguntas específicas sobre as barreiras e as facilidades que podiam ter provocado oscilações nas percepções de autoeficácia. Verificou-se que a ausência de cumprimento de normas, a insegurança, os baixos resultados obtidos em avaliações externas e o contexto político são tidos como aspectos de contextos que se colocam como barreiras à crença de autoeficácia. Já, a vontade de conseguir melhores resultados, o apoio dos funcionários e a valorização docente foram apontadas como aspectos que parecem atuar como facilitadores. Os resultados foram discutidos de modo a buscar a integração entre a construção da autoeficácia de diretores escolares, as condições sociais em que as escolas estão inseridas e as políticas educacionais atualmente em vigor na rede pública estadual de São Paulo, Brasil. Estes sugerem que as políticas educacionais que permeiam o trabalho escolar são mais importantes do que as condições sociais das quais os estudantes são oriundos para se promover a crença de eficácia de gestores escolares.
URI: http://hdl.handle.net/10662/1972
Date: 2014-04-09


Files in this item

Files Size Format View
0214-9877_2014_1_2_607.pdf 157.2Kb PDF Thumbnail

The following license files are associated with this item:

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Atribución-NoComercial-SinDerivadas 3.0 España Except where otherwise noted, this item's license is described as Atribución-NoComercial-SinDerivadas 3.0 España

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Help

Redes sociales