Estudo da vinculação e da raiva em adolescentes institucionalizados na área do Porto

DSpace/Manakin Repository

español português english

Estudo da vinculação e da raiva em adolescentes institucionalizados na área do Porto

Show full item record

Title: Estudo da vinculação e da raiva em adolescentes institucionalizados na área do Porto
Author: Ferronha, Jose Maria Correia; Pereira, Natália
Abstract: Los autores estudiaron el nivel de ira en 33 adolescentes institucionalizados en instalaciones que albergan a jóvenes en riesgo, y el tipo de apego que presentaban. El objetivo de este estudio es comprender mejor a los jóvenes para implementar estrategias de intervención que mejoren el comportamiento social de los jóvenes en riesgo, su integración en las instituciones y aquéllos que necesitan medidas educativas especiales. Ya se utilizaron dos instrumentos para este estudio entre la población adolescente portuguesa, que son: el inventario de rasgos de expresión de ira, que proporciona medidas concisas de la experiencia y la expresión de ira (STAXI), y el inventario de vinculación de adolescentes - IPPA (Armsden y Greenberg, 1987; versión portuguesa: Lúcia Neves, 1995). Los resultados obtenidos en STAXI se compararon con los resultados obtenidos por Ana Pais, en su trabajo de maestría del 2000, con una población de 552 adolescentes, distribuidos por ambos sexos, y nos permite identificar en estos jóvenes institucionalizados variables más altas en STAXI que el promedio, y, además, para confirmar que el apego a padres y amigos es estadísticamente diferente, con valores de apego inseguros más altos a padres y amigos, en adolescentes institucionalizados que en una población no institucionalizada.The authors studied the level of anger in 33 institutionalized adolescents in facilities that host at-risk youth, and the type of attachment they have. This study aims to better understand young people in order to implement intervention strategies that improve the social behavior of at-risk youth, their integration into institutions and those in need of special educational measures. Two instruments were already used for this study for the Portuguese adolescent population, which are: the Anger Expression Trait inventory, which provides concise measures of experience and expression of anger (STAXI), and the Adolescent Binding Inventory - IPPA (Armsden & Greenberg, 1987; Portuguese version: Lúcia Neves, 1995). The results obtained in STAXI were compared with the results obtained by Ana Pais, in her masters work in 2000, with a population of 552 adolescents, distributed by both sexes, and allows us to identify in these institutionalized youngsters higher variables in STAXI on average, and, furthermore, to confirm that attachment to parents and friends is statistically different with higher insecure attachment values to parents and friends in institutionalized adolescents than in an non-institutionalized population.Os autores estudaram o nível de raiva em 33 adolescentes institucionalizados em estabelecimentos que acolhem jovens em risco, e ainda o tipo de vinculação que eles têm. Este estudo visa conhecer melhor os jovens no sentido de implementar estratégias de intervenção que permitam melhorar o comportamento social de jovens em risco, a sua integração nas instituições e necessitados de medidas educativas especiais. Foram utilizados para este estudo dois instrumentos já aferidos para a população adolescente portuguesa e que são: o inventário Traço da Expressão de Raiva, que fornece medidas concisas da experiência e expressão da raiva (STAXI), e o Inventário de Vinculação na Adolescência - IPPA (Armsden & Greenberg, 1987; versão portuguesa: Lúcia Neves, 1995). Os resultados obtidos no STAXI foram comparados com os resultados obtidos por Ana Pais, no seu trabalho de mestrado em 2000, com uma população de 552 adolescentes, distribuídos pelos dois sexos, e permite-nos identificar nestes jovens institucionalizados variáveis no STAXI em média mais altas e, além disso, confirmar que a vinculação aos pais e aos amigos é estatisticamente diferente com valores de vinculação insegura mais elevada aos pais e amigos nos adolescentes institucionalizados do que numa população não institucionalizada.
URI: http://hdl.handle.net/10662/10201
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View
0214-9877_2016_1_1_161.pdf 860.0Kb PDF View  Thumbnail

The following license files are associated with this item:

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics

Help

Redes sociales